Dia da Mulher é assinalado no Pavilhão Municipal

Realiza-se no próximo dia 7 de março, às 15h00, no Pavilhão Municipal, a festa do Dia Internacional da Mulher, da Igualdade e Solidariedade.
É uma organização da União Poveira de Karaté com o apoio do município poveiro e da Varzim Lazer.
Serão apresentados números de dança pela Royalty Dance, aulas de Zumba (com o Prof. Márcio Dornellas), Yoga e ainda aulas de Defesa Pessoal para as senhoras.
A UPK apela ainda à solidariedade, com o mote troca por troca: “traga um bem alimentar (bens duradouros) para oferecer a uma instituição de solidariedade, nós oferecemos uma flor”.

Cartaz Dia Mulher 2015_SITE

Ginástica na VL – Conheça melhor a Prof. Manuela Costa e Silva

Manuela Costa e Silva trabalha há cerca de 6 anos na Varzim Lazer, encontrando-se a dinamizar a modalidade Yôga pelo segundo ano consecutivo.
professora Manuela Costa e Silva
Com 48 anos, esta professora é licenciada em Educação Física e possui um mestrado na área de desporto, recreação e lazer pela Universidade do Porto, entre outras formações em diferentes âmbitos: natação, ginástica sénior e Yôga.
O Yôga é “uma filosofia prática de caráter naturalista que tem um suporte teórico, o Samkhya. O yôga está associado a qualidade de vida e a tornar a sua existência descomplicada, fazendo que lhe dê prazer com alegria, saúde e bem-estar”, explica. No ginásio da Varzim Lazer, a professora leciona a prática que consiste em 4 partes: “os exercícios respiratórios; a limpeza das mucosas; o Ásana, exercícios de postura (que possuem um procedimento muito próprio e uma respiração adequada) e, no final, a técnica do relaxamento ou descontração”.
Manuela Costa e Silva aplica o metódo DeRose nas suas aulas. Para esta professora, é o método mais completo que encontrou até hoje e que lhe dá mais prazer praticar. Esta docente afirma que o método DeRose é “uma proposta de qualidade de vida, boas maneiras, boas relações humanas, boa cultura, boa alimentação e boa forma”. Acrescenta ainda que “algumas das nossas ferramentas são a reeducação respiratória, a administração do stresse e as técnicas orgânicas, conduzindo ao aprimoramento da descontração emocional e da concentração mental”. Manuela Costa e Silva aponta como principal vantagem do método DeRose, “o facto de ser individualizado, ou seja, o mesmo exercício pode ser feito em vários níveis e ninguém é prejudicado”, uma vez que “ os mais avançados executam o nível mais avançado e os iniciantes exercem o nível de iniciantes. Para além disso, está sempre presente o desafio constante de aprimoramento: tentar a cada instante fazer melhor e a cada prática evoluir mais”.
Esta modalidade praticada na Varzim Lazer distingue-se de outros tipos de Yôga por várias razões: “aprende-se múltiplos tipos de exercícios respiratórios; faz-se a limpeza das mucosas que fortifica e tonifica todo o core, bem como as mucosas dos olhos, fortificando os músculos oculares e o Ásana (exercícios de postura) que trabalha todo o corpo de forma vigorosa e consciente, tentando a cada dia tornar-se na melhor versão de si mesmo”.
A docente sugere ainda que “tem de se experimentar para perceber o conceito de Yôga, sendo esta uma atividade específica, muito completa e extremamente saudável”.
O Yôga tem um benefício muito importante, salienta Manuela Costa e Silva: “penso que nesta área vou conseguir aprender e evoluir até morrer, sendo uma satisfação enorme para mim”. Relativamente aos resultados, aponta: “nota-se um aumento enorme em termos de flexibilidade, da força, do tónus muscular e do bem-estar. Com as suas técnicas biológicas beneficia a coluna vertebral e os sistemas nervoso, endócrino, respiratório e circulatório. Além disso, traz um profundo relaxamento, concentração e tranquilidade mental”.
O Yôga que aplica nas aulas, através do método DeRose, é vocacionado “para pessoas jovens e saudáveis, dos 18 aos 100 anos, desde que comecem a praticar cedo”. Acrescenta ainda que “este método não é adequado para pessoas com problemas físicos. Além disso, não é aconselhável a pessoas com problemas de foro psicológico ou psiquiátrico”.
Questionada sobre o facto de o Yôga fazer bem ao corpo e à alma, a professora esclarece: “ é verdade porque trabalha nos planos do consciente e do inconsciente. Vamos absorvendo a cada prática, qualidades das posturas que vão sendo integradas na nossa personalidade, modificando os nossos padrões de comportamento e, consequentemente, tudo ao nosso redor. Esta modalidade trabalha o corpo e a alma em conjunto em cada momento da aula”.
A nível pessoal, o que Manuela Costa e Silva mais aprecia na vida é a “alegria” e “saborear cada instante como fosse o último”.
Os valores que orientam a sua vida são aqueles mais antigos, que os pais e avós lhe ensinaram: “a transparência; a liberdade; a honestidade; a sinceridade e a amorosidade”.
Além de fazer desporto, Manuela Costa e Silva dedica os seus tempos livres à corrida, à leitura e à natação.
A professora confessa que gostaria muito de conhecer “África para ver as grandes planícies e, também, a montanha onde vivem os gorilas”. Espanha, França e Brasil foram os países que a marcaram.
No que diz respeito às pessoas que mais admira, a docente refere: “aquelas que conseguem acordar com um sorriso, e ao final da noite estarem com esse mesmo sorriso todos os dias”.
Em relação aos gostos musicais, a professora prefere música clássica e jazz. “Nas minhas aulas gosto muito de pôr música Jazz. É uma paixão!”, afirma.
Em modo de conclusão, Manuela Costa e Silva elege como pratos prediletos o “alho francês à Brás, as lentilhas com chouriço de soja e a feijoada vegetariana”.

Yôga na Varzim Lazer

Novo Horário de Yôga
Novo horário de yôga. Experimente esta modalidade às Terças-feiras, às 21h00, e aos sábados, às 12h30, nas instalações das piscinas municipais.